Últimas Notícias

23/11/2018

Novo presidente voltou a citar escolha entre "todos os direitos e desemprego ou

O Brasil é o país dos direitos, só não tem emprego", afirmou, em recente transmissão ao vivo pelo Facebook, o presidente-eleito Jair Bolsonaro. Durante a "live" na rede social, o político deu a entender que pode ser preciso reduzir direitos dos trabalhadores para fazer a economia crescer.

"O que queremos é destravar a economia. Empresários têm dito para mim que nós temos que decidir: ou todos os direitos e desemprego ou menos direitos e emprego", afirmou. O presidente-eleito citou o exemplo do mercado de trabalho dos EUA, onde empregados podem trabalhar por 15 horas e receber por isso, além de ter folgas não-remuneradas.

Minutos depois, porém Jair Bolsonaro disse que não pretende acabar com direitos trabalhistas constitucionais. "Eu não vou tirar direito. Está na Constituição. Não vou dar murro em ponta de faca", comentou.

Conforme publicou o portal SA Varejo logo após o resultado das eleições, uma das propostas da equipe econômica de Bolsonaro para tentar gerar empregos sem mexer na CLT é a criação de uma alternativa à carteira de trabalho atual. Um novo modelo, nas cores verde e amarelo, permitiria a celebração de contratos individuais entre patrão e empregado, com prevalência sobre a CLT. De acordo com a proposta do presidente-eleito, a nova carteira de trabalho não substituirá a atual: caberá ao trabalhador escolher um dos dois modelos. 


ASPB - Associação de Supermercados da Paraíba
Av. Duque de Caxias, 20 Centro - João Pessoa - Paraíba | Fone: (83) 3221-9047
© Copyright 2008 - 2019 - Todos os direitos reservados