Últimas Notícias

03/12/2020

Varejo diminui itens para evitar ruptura

Nada menos do que 109 categorias de produtos sofreram redução na quantidade de itens em todos os canais analisados pela Nielsen , que comparou o sortimento neste ano com o de 2019, nos formatos atacarejo, supermercados grandes, supermercados pequenos, hipermercados e farmácias.

A decisão foi tomada para evitar ruptura e atingiu até mesmo categorias de alto giro, a exemplo de achocolatados, álcool, arroz, café em pó, cervejas, desinfetante, leite asséptico e refrigerantes. Antissépticos para as mãos (álcool gel) e carnes congeladas foram as únicas a ter incremento na quantidade de SKUs nas lojas de todos os formatos em 2020.

De acordo com a análise da Nielsen, o formato supermercado foi o que reduziu a quantidade de itens em mais categorias – 240 nas lojas de vizinhança e 238 nas unidades maiores do formato. No entanto, os outros canais do varejo alimentar não ficam muito atrás: os hipermercados diminuiram o número de SKUs, em média, em 227 categorias, enquanto nas lojas de atacarejo essa diminuição foi observada em 205 categorias.

A principal redução na quantidade de itens para evitar ruptura nas gôndolas foi observada no departamento de mercearia, no qual essa otimização aconteceu em 1 a cada 4 categorias. Em seguida aparece o segmento de higiene e beleza, seção da loja em que o mix foi reduzido em mais de 16% das categorias – chegando a 18,5% nos hipermercados. Redução importante também foi observada na seção de bebidas, com diminuição de SKUs variando entre 10,9% das categorias (supermercados grandes) até 13,2% (atacarejo).

Além dos itens sazonais, quem menos sofreu com o exugamento do mix foram as commodities: redução inferior a 4% em todos os formatos do canal alimentar.


ASPB - Associação de Supermercados da Paraíba
Av. Duque de Caxias, 20 Centro - João Pessoa - Paraíba | Fone: (83) 3221-9047
© Copyright 2008 - 2021 - Todos os direitos reservados