Últimas Notícias

31/07/2018

Vendas dos supermercados de Minas Gerais aumentam 2,59%

Vendas dos supermercados de Minas Gerais aumentam 2,59% 

O setor supermercadista de Minas Gerais fechou o primeiro semestre de 2018 com alta de 2,59% nas vendas em relação ao mesmo período do ano anterior. Os dados são do Termômetro de Vendas divulgado ontem pela Associação Mineira de Supermercados (Amis) e apontaram desempenho positivo também na comparação de junho deste ano com o mesmo mês de 2017, com crescimento de 2,40%.

 

O superintendente da Amis, Antônio Claret, ressaltou que o crescimento registrado em junho é um indicador de que o setor deve alcançar um resultado melhor que os 2,8% previstos para o final do ano. Além disso, ele atribuiu a melhora nas vendas durante o período à leve retomada da economia, principalmente na comparação com o ano passado.

 

“O setor é o último a entrar na crise e o primeiro a sair dela. Esse resultado com certeza é um sinal positivo de melhora de humor da economia. A previsão de crescimento para o fim do ano ainda permanece, devido às incertezas do cenário eleitoral, mas a tendência é que ela seja superada”, explicou.

 

Em relação ao mês anterior, no entanto, as vendas de junho ficaram negativas em 2,81%. A paralisação nacional dos caminhoneiros, em maio, causou uma corrida aos supermercados para estocar alimentos e o reflexo veio em junho, com baixa demanda, especialmente por itens básicos, como a chamada “mercearia seca”.

 

Apesar de esperado pelo setor, o impacto não foi tão negativo quanto o previsto inicialmente. Para Claret, isso aconteceu porque a Copa do Mundo contribuiu com a elevação das vendas de alguns itens como bebidas e carnes, o que ajudou a impulsionar o desempenho. Além disso, neste ano o mês teve um sábado a mais do que junho de 2017, considerado um melhor dia de vendas e o feriado de Corpus Christi em 2018 aconteceu em maio, com funcionamento reduzido em boa parte das lojas.

 

“Esse número foi uma surpresa para nós. Com a greve, esperávamos uma queda acentuada acima de 3%. A Copa do Mundo pode ter interferido um pouco nesse equilíbrio porque tivemos uma venda grande de produtos típicos para esse período”, afirmou Claret.

 

Ainda na comparação com o mês imediatamente anterior, a região Norte foi a que apresentou pior desempenho (-3,56%), seguida da região Central (-3,48%) e da Centro-Oeste (-3,06%).

 

Expansão - Além do crescimento em vendas, o setor supermercadista também abriu mais lojas no primeiro semestre de 2018. Até 30 de junho, 21 novas unidades foram inauguradas no Estado, com geração de cerca de 2,3 mil postos de trabalho pelas empresas do segmento.

 

Com uma projeção de 60 novas lojas, 7 mil novos empregos e pelo menos R$ 440 milhões investidos em expansão neste ano pelo setor, o superintendente da Amis, Antônio Claret, destacou que os números estão dentro do previsto, com expectativas positivas para fechar o ano.

 

“O número de lojas está dentro da nossa previsão para alcançar a meta total do ano. O cenário é positivo para o setor e está até um pouco melhor do que tínhamos desenhado”, disse Claret.

 


 



 




ASPB - Associação de Supermercados da Paraíba
Av. Duque de Caxias, 20 Centro - João Pessoa - Paraíba | Fone: (83) 3221-9047
© Copyright 2008 - 2018 - Todos os direitos reservados