Últimas Notícias

29/04/2022

Perdas operacionais nos supermercados sobem 9 pontos porcentuais

As quebras operacionais no varejo alimentar alcançaram 57% das perdas totais no ano passado, contra 48% de 2020, o que representa uma alta de 9 pontos percentuais, segundo pesquisa da Abras (Associação Brasileira de Supermercados). Em um ano como este, em que as margens do setor estão pressionadas, o resultado tende a vir de ganhos de eficiência. Há portanto, boas oportunidades a partir da redução das perdas vindas da operação.

Entre as principais possibilidades de melhoria, estão a redução de perdas por prazo de validade expirado e de avarias em produtos. O primeiro item já está no radar da entidade e também da Abia (Associação Brasileira da Indústria de Alimentos), que vêm discutindo um projeto batizado “best before”, que flexibiliza a regra de validade de produtos definida pelo Código de Defesa do Consumidor, de 1990.

As entidades são favoráveis a determinar que o consumo de produto não perecíveis (de mercearia, como macarrão e chocolates) pode ocorrer preferencialmente até determinada data, definida na embalagem. Com isso, caberá ao consumidor avaliar se leva a mercadoria ou não. Algumas entidades de defesa do consumidor são contra a mudança. A questão vem sendo discutida com órgãos do governo.

Mas há muitas outras formas de reduzir as quebras operacionais, que dependem sobretudo de ações do varejista.

ASPB - Associação de Supermercados da Paraíba
Av. Duque de Caxias, 20 Centro - João Pessoa - Paraíba | Fone: (83) 3221-9047
© Copyright 2008 - 2022 - Todos os direitos reservados