Últimas Notícias

06/01/2020

Anunciada pelo governo, queda no preço da carne ainda não chegou aos açougues

A queda do preço da carne, anunciada pelo governo, ainda não chegou ao consumidor. O Ministério da Agricultura divulgou, em dezembro, que a arroba do boi caiu 15% e chegou a R$ 128 no último dia 30. No início do mês, após a disparada dos preços em novembro, o valor da arroba estava em R$ 216.

A enfermeira Arlete Flório afirma que não viu nenhuma diferença no valor da carne bovina e que continua tendo que fazer algumas trocas na hora de cozinhar. “Eu não compro mais filé mignon porque está muito caro. A minha família é pequena, de três, então teoricamente daria para você ter uma carne um pouco diferenciada, mas estou substituindo por fraldinha, maminha ou outras carnes. Também estou comprando mais frango e carne suína, também”, conta.

O supervisor de um açougue na região do Jardins, na Zona Oeste de São Paulo, Antonio Luiz diz que, o preço caiu um pouco na comparação com novembro, mas que ainda não é possível repassar a queda para o consumidor. “Recuou um pouquinho, no entanto, não dá para ter uma ideia se dá para realmente baixar para chegar no consumidor. Existe uma despesa imensa em uma estrutura dessa, então baixar de cara não tem condições, porque não sabemos se amanhã ou em uma semana os preços voltar a subir de novo. E se baixar e subir de novo, o cliente fica mais zangado com a gente ainda”, explica.

Um dado do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, da USP, mostra que o preço da carne bovina vendida dos frigoríficos para o atacado caiu 10,7%. O dado se refere ao período de 29 de novembro até 2 de janeiro. Isso significa que o valor da carne do boi pode ficar mais barato para o consumidor.

De acordo com o economista Gilberto Braga, do Ibmec do Rio de Janeiro, os preços não devem voltar ao patamar de setembro, mas serão melhores do que aqueles do início de dezembro. “Há uma tendência, sim, de que depois de uma subida muito rápida e uma pequena diminuição, exista uma acomodação de preços nesse patamar um pouco mais inferior. Isso significa que o preço da carne para o consumidor não voltará aos patamares de setembro e novembro, tendendo a ficar um pouco mais baixo do que dezembro, mais ainda mais caros na média a partir deste ano”, afirma.

Segundo as projeções do Ministério da Agricultura, a arroba do boi vai ficar entre R$ 180 e R$ 200 nos próximos meses, dependendo do local.

Em novembro, os preços subiram 35% por causa da demanda da China, que foi atingida pela peste suína africana. Inicialmente, o gigante asiático comprou carne de porco do Brasil e, depois, expandiu os pedidos para a carne bovina. Além disso, há alguns meses houve pouca oferta de bezerros, o que, consequentemente, impactou a de boi gordo nos dias de hoje.

ASPB - Associação de Supermercados da Paraíba
Av. Duque de Caxias, 20 Centro - João Pessoa - Paraíba | Fone: (83) 3221-9047
© Copyright 2008 - 2020 - Todos os direitos reservados