Últimas Notícias

02/05/2019

Saiba como o brasileiro pesquisa preços dos supermercados

Recursos digitais ainda perdem para métodos tradicionais

O mundo é cada vez mais digital. Mesmo assim, a maioria dos consumidores brasileiros ainda recorre a métodos tradicionais para pesquisar os preços praticados pelos supermercados. A constatação é de uma pesquisa da Apas conduzida pelo Ibope Inteligência .

De acordo com o estudo, que ouviu mais de dois mil brasileiros, 56% das pessoas utilizam os encartes e jornais impressos para pesquisar preços. Na região Centro-Oeste do país, esse percentual sobe para 60%. O segundo método mais utilizado na pesquisa de preços é a observação dentro dos próprios supermercados, algo comum para 54% dos entrevistados, que poderiam citar mais de uma resposta. 

A pesquisa encomendada pela Associação Paulista de Supermercados mostra que apenas 32% dos brasileiros checam pela internet valores dos itens da compra do mês. Esse percentual avança para 42% entre o público da classe A, porém cai para 30% junto às pessoas das classes C2, D e E. Já as pesquisas feitas por meio de aplicativos de celular são comuns a 28% dos respondentes, sem variação importante por classe social.  No futuro, a tendência é de aumento na utilização de recursos digitais para essa finalidade. “Vemos um potencial incrível na internet e nos aplicativos, que representam uma parcela significante da população. Estar presente no mundo online é fator obrigatório para o sucesso dos supermercados”, lembra Ronaldo dos Santos, presidente da APAS.



ASPB - Associação de Supermercados da Paraíba
Av. Duque de Caxias, 20 Centro - João Pessoa - Paraíba | Fone: (83) 3221-9047
© Copyright 2008 - 2019 - Todos os direitos reservados