Últimas Notícias

19/03/2019

Setor registra maior número de demissões em janeiro desde 2015

O segmento de varejo alimentar no estado fechou 7.208 postos de trabalho em janeiro deste ano, o pior resultado para o mês desde 2015, quando foram registradas 8.591 demissões, informou a Associação Paulista de Supermercados (Apas).

Segundo a entidade, janeiro é tradicionalmente o mês com maior índice de desligamentos no ano e o primeiro mês de 2019 não fugiu à regra.

 

Apesar do resultado, a expectativa da Apas para o ano de 2019 é otimista em relação à criação líquida positiva de nove mil vagas, número superior aos resultados de 2017 (8.592) e também de 2018 (5.133).

 

Para o economista da Apas, Thiago Berka, ao fazer uma análise por canal, é possível notar que a geração negativa dos supermercados e hipermercados foi de 5.370 pessoas, quase 700 desligamentos a menos que em janeiro do ano passado. “O volume é ainda menor que nos anos de crise forte, de 2014 a 2016, ficando bem próximo de períodos bons como 2011, o que é um ótimo sinal”, comentou em nota.

 

Ele reforça que o otimismo do setor é maior ainda no canal, que começa a superar as dificuldades e se adapta ao novo consumidor e cenário de renda do brasileiro

 

Porte

 

Já os minimercados e mercearias fecharam 519 vagas em janeiro, o pior desempenho desde 2015. Entretanto, o número corresponde a quase metade dos demitidos nos anos de crise (2014 e 2015).


ASPB - Associação de Supermercados da Paraíba
Av. Duque de Caxias, 20 Centro - João Pessoa - Paraíba | Fone: (83) 3221-9047
© Copyright 2008 - 2019 - Todos os direitos reservados